Um dos melhores argumentos para começar a convencer alguém a deixar de comer carne e outros derivados de animais é mostrar o processo de fabricação de alguns desses alimentos. Afinal, tem gente que acha que o bife da prateleira do supermercado dá em árvore. Para te ajudar na argumentação, vamos mostrar um pouco do processo de fabricação de uma salsicha, para você mostrar aos amigos que ainda comem carne e tentar convencê-los de que é hora de abandonar a vida carnívora.

Do que é feita a salsicha?

Salvo as exceções de salsichas caras “gourmet”, a grande maioria dos hot dogs modernos são feitos com as sobras da indústria de carnes.

Depois que os bifes, costeletas, maminhas, costelas, coxas, presuntos, lombos e peitos são removidos, há uma boa quantidade de cartilagem, gordura e vísceras restantes em um animal, e logo no início, as pessoas perceberam que isso poderia ser aproveitado. Um desses produtos é a salsicha, uma carne altamente processada mas consumida em massa ao redor do mundo.

As salsichas, sejam elas regulares, de aves, de carne de porco, carne vermelha, começam com sobras e “aparas” de animais. Os materiais de carne crua utilizados para produtos pré-cozidos são guarnições musculares de baixo grau, tecido adiposo, carne da cabeça, pés de animais, pele de animais, sangue, fígado e outros subprodutos de abate comestíveis.

Como é feita a salsicha: pré-cozimento

Por causa do processo de abate, os restos usados ​​em produtos como salsichas costumam ter uma boa quantidade de bactérias, e por isso o pré-cozimento ajuda a eliminar isso. Além disso, a pré-cozedura tem o benefício adicional de ajudar a separar a restante carne muscular, gordura e tecidos conjuntivos dos ossos da cabeça e dos pés. Cozinhar também torna as guarnições mais gerenciáveis.

Devido aos diferentes tamanhos e tipos de carcaças, existem diferentes tempos de pré-cozedura para diferentes animais (e diferentes partes), embora normalmente ocorram dentro do intervalo de 66 a 88 graus Celsius.

Geralmente nesse processo são adicionados químicos e outros conservantes para ajudar na cozedura, na eliminação de bactérias e na proteção da carne contra as bactérias. Nesse momento, o que tinha de “saudável” na carne vai morrendo.

Hot dogs

Hot dogs são feitos de sobras de animais, algo que não é nem um pouco saudável. Esses restos passam por muito processamento e produtos químicos que vão acabar no seu organismo. (Foto: Coub)

Como é feita a salsicha: produção

Salsichas são criadas pela “emulsão de carne”, embora  “massa de carne” possa ser um termo mais preciso. Produtos de maior qualidade são feitos de carnes de alta qualidade e sem produtos químicos. Exemplos incluem salsichas kosher, todas as salsichas de carne que não tem subprodutos, enchimentos ou cores ou sabores artificiais. Essas salsichas são mais caras do que as tradicionais.

Tipos menos mais baratos de salsichas terão produtos químicos, gorduras e agentes aglutinantes de água adicionados, e para muitos deles, o processo de produção é simples:

A carne de porco e aparas de carne são moídas numa máquina e depois extrudadas através de um dispositivo tipo peneira de metal, para que se assemelhem a carne de hambúrguer moída. Neste ponto, são adicionadas aparas de frango moídas (se houver) e, juntas, a mistura é misturada (emulsionada) até se parecer com a massa de carne mencionada anteriormente.

Agora sal, especiarias e amidos são adicionados, juntamente com um pouco de água e xarope de milho ou outro adoçante. Perto do final do processo, mais água é adicionada, para que a massa tenha a consistência adequada.

A massa é purificada de novo e o excesso de ar é aspirado. Em seguida, a carne emulsionada é bombeada para dentro de tripas (geralmente feitas de celulose, mas às vezes natural), e as fileiras de salsichas são penduradas em prateleiras e totalmente cozidas em uma casa de fumaça. Às vezes, a fumaça de madeira é adicionada. Mais tarde, elas são banhadas em água fria e salgada e, em seguida, se forem usados ​​tripas de celulose, passe por um descascador para remover as tripas (as tripas naturais são deixadas).

Só nisso, você já deve ter percebido quantos processos químicos a salsicha passou, não é? Nem se compara com a salsicha vegana natural. Inclusive, mostrar como é feita uma salsicha vegana pode ser um bom começo, demonstrando a grande diferença no processo de fabricação em relação a um hot dog tradicional.

Finalmente, as salsichas acabadas são inspecionados e apenas a carne “sem defeito” é encaminhada para outra máquina onde eles são agrupados para a embalagem.

Isso tudo é o processo pelo qual a carne passa. Nem chegamos a falar sobre os processos que os bichinhos que tanto amamos passam para chegar até os pratos carnívoros. Há muitos casos de maus tratos, entre outros problemas.

Conhece mais curiosidades sobre a indústria da carne que gostaria de compartilhar? Deixem nos comentários sua participação. Queremos saber sua história.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos, dietas ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)